Diretor: Sebastião Lima
Diretor Adjunto: Luís Moniz
Últimas Notícias

A candidata à Presidência da Câmara Municipal da Praia da Vitória pela coligação PSD/CDS-PP, Vânia Ferreira, considerou hoje que a revitalização do centro da cidade “passa por todas as freguesias, e cabe-nos criar essa ligação maior, em prol do desenvolvimento geral do concelho”, disse.

A social democrata falava durante uma ação de campanha no centro histórico da Praia da Vitória, onde foi acompanhada pelo presidente do PSD/Açores, José Manuel Bolieiro, referindo que “neste arranque de campanha é importante sublinhar o espírito diferenciado que queremos em relação ao comércio, ao trânsito e à cultura dentro da cidade”, afirmou.

“O centro histórico da Praia está altamente deficitário e abandonado, e precisa de muito mais do que tem atualmente”, Vânia Ferreira, que juntou “os candidatos de todas as freguesias, num significado de união, que nós sempre defendemos, e que passa por trazer todo o concelho ao centro histórico e por levar a Praia a todas as suas freguesias”, adiantou.

A candidata da coligação reforçou a vontade de “aproveitar a riqueza da nossa baía para uma maior dinamização do que temos de melhor, e que nos pode trazer imensos benefícios”, referindo que, “nas empresas que temos visitado foi abordada  subida verificada em termos turísticos este ano, mas queremos muito mais”.

Vânia Ferreira citou mesmo “a novidade que tivemos hoje de mais voos para a Terceira já em 2022, e é isso que se pretende, num investimento que está a ser trabalhado pelo Governo Regional, e que já está a dar os seus frutos, prevendo-se que vamos ter ainda mais conquistas no futuro”, avançou.

José Manuel Bolieiro realçou “o projeto e a competência” de Vânia Ferreira como “condições para virar a página na Praia da Vitória”, garantindo que “a ambição que temos para o concelho e para a Ilha Terceira inclui o porto comercial, que deve ser valorizado e ampliado, garantindo uma saída da indefinição pela aposta da certeza”, afirmou.

“O porto da Praia da Vitória é decisivo para o desenvolvimento do concelho, da ilha e dos Açores”, acentuou o líder social democrata, firmando a certeza de que o Orçamento da Região para 2022 “vai retratar um esforço na obtenção de verbas para passar à prática essa convicção política de valorizar e ampliar aquela estrutura”.

José Manuel Bolieiro lembrou ainda que “a internacionalização da economia açoriana também passa pela nossa notoriedade como destino turístico e por acessibilidades aéreas compatíveis com o valor e o prestígio que tem a região. Ou seja, todas as oportunidades para alcançar esses objetivos serão aproveitadas”, concluiu.

O Vice-Presidente do Governo dos Açores, Artur Lima, celebrou hoje, em Ponta Delgada, um protocolo com a Associação de Municípios da Região Autónoma dos Açores (AMRAA), para a regularização da comparticipação de verbas em falta relativas à devolução do IRS para os municípios da Região. Segundo o Vice-Presidente, o Poder Local é o que está “mais próximo dos cidadãos”, por isso, está mais capacitado para “responder aos anseios das comunidades locais”. Artur Lima, que falava no Palácio da Conceição, acompanhado pelo Diretor Regional da Cooperação com o Poder Local, defendeu que, com a assinatura deste protocolo, o Executivo Açoriano “honrou o compromisso que tinha assumido, a bem dos Açores, a bem dos municípios e a bem da sua população”. Para esse efeito, o Vice-Presidente do Governo apelou para que as autarquias aloquem estes recursos financeiros em investimentos estruturantes para as suas comunidades. Artur Lima avançou que serão transferidos para os municípios da Região um valor total de 5.489.455,00 milhões de euros, no âmbito da devolução das receitas do IRS. Enquanto se referia ao processamento das verbas a transferir para cada município, relativa aos meses de março a dezembro do exercício de 2009 e de dezembro do exercício de 2010, o governante adiantou ainda que será efetuado em quatro prestações, no período compreendido entre 2021 e 2024. À margem da sessão, o Vice-Presidente salvaguardou que a regularização destas verbas é um “esforço financeiro considerável do Governo dos Açores, que privilegia o respeito e a lealdade institucional para com as freguesias e as autarquias, mas de inteira justiça e mérito” para com o Poder Local e a comunidade.

O Presidente da Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores, Luís Garcia, manifesta, de forma sentida, o seu profundo pesar pelo falecimento do antigo Presidente da República Jorge Sampaio, personalidade incontornável da Democracia Portuguesa.

"Hoje é um dia de luto para Portugal, não só pela perda de um homem que lutou pela Liberdade e desempenhou os mais altos cargos políticos da Nação, mas principalmente porque se perdeu um grande humanista e defensor de causas cívicas".

O Presidente da Assembleia Legislativa dos Açores expressa as mais sinceras condolências e solidariedade à família enlutada neste momento difícil.

Acerca do Jornal da Praia

Este jornal é um quinzenário de informação geral que tem por objetivo a divulgação de factos, opiniões, debates, ideias, pessoas, tendências, sensibilidades, em todos os domínios que possam ser importantes para a construção de uma sociedade mais justa, livre, culta, inconformada e criativa na Região Autónoma dos Açores.

Este jornal empenha-se fortemente na unidade efetiva entre todas as ilhas dos Açores, independentemente da sua dimensão e número de residentes, podendo mesmo dar atenção primordial às ilhas de menores recursos, desde que tal postura não prejudique a implantação global do quinzenário no arquipélago dos Açores.

Área do assinante