Diretor: Sebastião Lima
Diretor Adjunto: Luís Moniz
Últimas Notícias

A Câmara Municipal da Praia da Vitória vai proceder à conclusão da empreitada da rede viária da freguesia de Fontinhas, onde estava prevista a asfaltagem das sobras de estrada em falta e dos novos arruamentos na freguesia. A confirmação foi dada pela Presidente da Autarquia praiense, Vânia Ferreira, durante uma reunião com o executivo da Junta de Freguesia de Fontinhas, ocorrida na tarde de quinta-feira, dia 6 de junho, inserida na iniciativa “Aproximar o Poder Local”.

A Presidente do Município salientou que está a par da “degradação que rede viária tem vindo a registar, muito por culpa das chuvas fortes e por ser uma freguesia predominantemente rural”, acrescentado ainda que esta matéria é uma “preocupação constante”.

“Temos conhecimento de que as chuvas fortes causam a acumulação de água em algumas das vias principais da freguesia, o que por si só causa constrangimentos à população e que pode colocar em causa o bom funcionamento da Proteção Civil em caso de ocorrência. Aliado a esta situação, há o facto de algumas estradas se encontrarem em más condições devido ao trânsito agrícola que, para além de causar uma maior degradação das mesmas, acaba por condicionar o fluxo de veículos”, acrescentou a edil praiense.

Uma possível solução apresentada, em concordância com a Junta de Freguesia de Fontinhas, passa pela abertura de uma segunda circular alternativa à via principal ou então a criação de um novo caminho agrícola que iria servir também para esse fim. No entanto, Vânia Ferreira sublinha que esta última opção requereria “uma união de esforços para que toda a informação chegue ao Instituto Regional de Ordenamento Agrário – IROA, para que o mesmo possa proceder a essa avaliação”.

Quanto às implicações que os novos arruamentos poderiam ter no Plano Diretor Municipal (PDM), a autarca praiense reitera que “em termos do PDM, o que foi inicialmente definido irá continuar assim, e a isto juntam-se as propostas de todas a Juntas de Freguesia”.

“Estamos cientes das dificuldades e imposições que alterações ou aditamentos ao PDM podem causar junto da Direção Regional do Ordenamento do Território dos Recursos Hídricos. O que posso garantir também é que estamos a trabalhar com uma empresa experiente e com noções reais nesta matéria”, sublinhou a Presidente do Município.

Vânia Ferreira reforça ainda que, apesar de algumas asfaltagens já estarem concluídas, a Câmara Municipal da Praia da Vitória irá finalizar a empreitada da rede viária e sobras, mas também os arruamentos em falta, nomeadamente os da Canada Negra e da Rua Pedro Inácio.

“No caso da Canada Negra, pretendemos iniciar a asfaltagem da mesma no final do verão, mas para isso é preciso reunir todas as condições para se iniciar o processo, pois é uma rua que lida com frequentes problemas de escoamento de água”, disse a edil praiense.

Numa próxima iniciativa de “Aproximar o Poder Local”, o executivo camarário visita a Vila das Lajes.

A empresa municipal Praia Ambiente promove a partir de hoje, dia 01 de junho, a campanha de sensibilização “Mês do Ambiente na Praia Ambiente”, com a atribuição de um brinde reutilizável aos munícipes que se dirijam à loja comercial (balcão de atendimento) para usufruir de um serviço prestado pela entidade durante todo o mês de junho.  

Integrada nas comemorações do Dia Mundial do Ambiente, assinalado a 05 de junho, sob o tema “Uma Só Terra”, esta iniciativa visa a sensibilização da população para aquelas que são as boas práticas de circularidade de resíduos.

Envolver a comunidade na promoção hábitos sustentáveis e de preservação da natureza constitui o objetivo central da Praia Ambiente, E.M. Neste sentido, são pequenos os gestos que podem fazer diferença no quotidiano, a fim contribuir para a sustentabilidade ambiental e em prol das atuais e futuras gerações.

Ricky Baptista, vice-presidente da Câmara Municipal, defende que” a redução da quantidade de resíduos produzidos é uma função de todos nós, enquanto comunidade. Diariamente, existem pequenas ações que se podem tornar hábitos e que são essenciais à preservação do meio-ambiente. Nunca é demais relembrar devemos isso também às novas gerações. Há que agir hoje, contribuindo para um mundo mais feliz e ambientalmente saudável”.

Tiago Borges, Administrador da Praia Ambiente, E.M, acredita” na importância de campanhas desta natureza junto da comunidade, dado que a sensibilização ambiental tem um papel importantíssimo na valorização dos resíduos, sua reutilização e reciclagem. Este é um trabalho contínuo e só possível com o apoio dos munícipes, no sentido de contribuir para aquelas que são as boas práticas ambientais”.

Mediante as vivências individuais de cada munícipe, e considerando a vertente ambiental, é importante não deitar lixo ao chão, economizar a água, apagar as luzes ao sair de casa ou local de trabalho, desligar os computadores quando não estiverem em uso, não maltratar animais, separar o lixo, fazer compostagem e reduzir o uso do veículo automóvel. Fonte: CMPV

Estão a decorrer os trabalhos de manutenção e montagem de equipamentos e infraestruturas nas zonas balneares do concelho, com vista à abertura da época balnear. Esta está agendada para 15 de junho, confirma a vereadora Otília Martins, que tem a seu cargo o pelouro das infraestruturas municipais.

 “As zonas balneares são ex-libris deste Concelho. Estamos a ultimar todos os preparativos, para que as pessoas possam usufruir das mesmas com a qualidade que sempre ali encontraram”, adiantou a responsável, no final de uma visita aos vários trabalhos em curso.

Segundo a responsável, estão a ser intervencionados os solários, instalações sanitárias, duches exteriores, acessos e demais equipamentos necessários à frequência das zonas balneares.

O Concelho da Praia da Vitória conta este ano com sete zonas balneares galardoadas com bandeira azul (Biscoitos, Escaleiras, Praia Grande, Prainha, Riviera, Porto Martins e Quatro Ribeiras) e uma bandeira azul na marina da cidade.

A época balnear abre a 15 de junho e termina a 30 de setembro. Fonte CMPV

Acerca do Jornal da Praia

Este jornal é um quinzenário de informação geral que tem por objetivo a divulgação de factos, opiniões, debates, ideias, pessoas, tendências, sensibilidades, em todos os domínios que possam ser importantes para a construção de uma sociedade mais justa, livre, culta, inconformada e criativa na Região Autónoma dos Açores.

Este jornal empenha-se fortemente na unidade efetiva entre todas as ilhas dos Açores, independentemente da sua dimensão e número de residentes, podendo mesmo dar atenção primordial às ilhas de menores recursos, desde que tal postura não prejudique a implantação global do quinzenário no arquipélago dos Açores.

Área do assinante