Diretor: Sebastião Lima
Diretor Adjunto: Luís Moniz
Últimas Notícias

Décio Alves (pai) e José Alves (filho), praticantes de Krav Maga, conquistaram na passada semana, os cintos castanho e verde, respetivamente, em competição desportiva realizada em Angra do Heroísmo.

Estes dois praienses do Centro de Treino da Federação Europeia de Krav Maga - Sector Portugal, Ilha Terceira, concluem assim mais uma etapa que se iniciou alguns anos e que agora são exemplo de que o desporto é para todos.

Quanto à simbologia dos cin tos, a Federação Portuguesa de Krav Maga utiliza um sistema de progressão de cintos que vai desde o cinto amarelo até ao nível mais elevado de Cinto Negro – V Dan. O programa técnico evolui em função das situações mais prováveis de ataques ou ameaças reais, progredindo em função do maior risco e da maior dificuldade para o praticante. No programa mais avançado de cinto negro, além das evoluções de maior dificuldade, estão inseridos os programas mais específicos (protecção de terceiros, defesa contra mais do que um agressor de mãos nuas e armado, assim como os programas estruturados para um emprego profissional especializado (ao nível da segurança privada, segurança policial e o programa Militar (do I ao III nível aprovado para o Regimento de Comandos e reconhecido pelo Exército Português).

Sobre a prática da modalidade na ilha Terceira, os interessados deverão contactar Krav Maga FEKM ilha Terceira através do telemóvel 910 500 666.

Legenda da foto

Da esquerda para a direita, na posição 6 e 7, José e Décio Alves em foto de grupo do Centro de Treino da Federação Europeia de Krav Maga- Sector Portugal, na Ilha Terceira (foto Krav Maga ilha Terceira)

A Associação de Futebol de Angra do Heroísmo (AFAH) esteve representada na Gala do Desporto 2022, promovida pela Câmara Municipal de Santa Cruz, no Centro Cultural da Ilha Graciosa, no passado dia 22 de dezembro.
Maurício Toledo e António Toledo Soares, respetivamente, Presidente e Vice-presidente Ajunto da Direção da AFAH, estiveram presentes no evento em representação da já centenária Associação de Futebol que rege a modalidade nas ilhas Graciosa, São Jorge e Terceira.
O evento pretendeu homenagear um conjunto de entidades e personalidades do desporto graciosense que se destacaram pela positiva ao longo do ano.
Maurício Toledo foi convidado a entregar as faixas dos campeões à equipa Sénior Masculina do GD Luzense, campeã da ilha Graciosa na última época. Por sua vez, António Toledo Soares distribuiu as faixas das campeãs ao plantel Sénior Feminino do GDM Praiense pelo título alcançado, também na época transata.
As equipas de Sub-13 e Sub-17 do SC Guadalupe e do Graciosa FC, respetivamente, foram igualmente condecoradas com as faixas de campeãs de ilha, referentes à época 2021/22.
Ainda na fase inicial do evento, o Presidente da Direção da AFAH, a solicitação da organização, preferiu um breve discurso, onde começou por manifestar o seu “enorme orgulho em estar presente numa Gala onde se premeia desportistas e dirigentes de clubes associativos”.
Prosseguiu felicitando a população da “Ilha Branca”, pelo facto de “numa altura em que é cada vez mais difícil cativar dirigentes para o associativismo, a ilha Graciosa está, uma vez mais, de parabéns, por conseguir dar uma resposta positiva, isto porque é fundamental termos pessoas na linha da frente das respetivas instituições, preservando todo o património cultural, desportivo e social das mesmas, em que muitas vezes, dia após dia, entregam-se de corpo e alma, sendo que na maior parte das vezes abdicam do tempo com a família em prol do associativismo. Um esforço que tem de ser reconhecido”, referiu Maurício Toledo.
De seguida, o Dirigente máximo da AFAH agradeceu o “papel fundamental que as autarquias têm desempenhado no apoio às suas coletividades, seja através dos Contratos Programa, seja ao nível das infraestruturas, sem o qual não seria possível oferecer-se prática de atividade desportiva com esta qualidade e com estas condições”, mencionou.
A terminar o seu discurso, Maurício Toledo aproveitou a ocasião para anunciar “em primeira mão”, duas situações que o deixam imensamente satisfeito. A primeira tem que ver com a “vontade do presidente camarário António Reis em ser um parceiro ativo do Projeto Crescer 24, da Federação Portuguesa de Futebol”, acrescentando que “com este Projeto vai ser possível que os nossos clubes tenham ainda mais e melhores condições para o desenvolvimento das nossas modalidades”. Enalteceu também o facto de a Câmara Municipal de Santa Cruz da Graciosa, na pessoa do seu Presidente, ter manifestado a “sua disponibilidade e interesse desde o primeiro instante, num Projeto que abrange, essencialmente, o melhoramento das infraestruturas desportivas”.
Já a segunda foi o momento em que anunciou que “a ilha Graciosa, em dezembro de 2023, vai acolher a Fase Zonal do Torneio Nacional de Futebol Feminino Sub-16, na qual participam as respetivas seleções das Associações de Futebol de Angra do Heroísmo, Horta, Ponta Delgada e Madeira”. E terminou referindo que “é para nós um orgulho trazer uma prova nacional, no âmbito das seleções, aqui à ilha Graciosa”, concluiu.

No passado dia 25 de outubro de 2022, na zona de surf “Riviera”, Praia da Vitória, os alunos do ensino básico inscritos nas Atividades Desportivas Escolares da Escola Vitorino Nemésio, fizeram uma aula de iniciação ao surf.
De acordo com os professores de Educação Física Alexandre Jacinto e Leonardo Gonçalves Departamento de Educação Física e Desporto da Escola Secundária Vitorino Nemésio, “a Escola Vitorino Nemésio tem-se empenhado em organizar os horários dos alunos, de forma a terem as tardes das terças-feiras, sem aulas, de forma a possibilitar aos seus alunos a prática de atividade desportiva na escola, orientada por professores de educação física, entre as 15h15 e às 16h45.
Este ano decidimos realizar algumas atividades “fora da escola” e surgiu a ideia de realizar uma aula de iniciação ao surf. Apresentamos a nossa ideia à Associação de Surf da Ilha Terceira, a qual se mostrou de imediato disponível para colaborar connosco e organizar uma aula de introdução com os nossos alunos. A aula teve lugar na zona de surf da “Riviera”, zona de excelência para a pratica surf, zona que deve ser preservada e cuidada por todos nós.
A Associação de Surf da Ilha Terceira têm tido um papel muito importante na dinamização e desenvolvimento do surf, possibilitando a prática de surf a todos, desde os mais jovens aos adultos, quer no âmbito recreativo e de competição.
A atividade contou com cerca de 20 alunos desta escola, a quem agradecemos a fantástica participação, agradecendo também aos seus Encarregados de Educação pela autorização de participação na mesma.
A Escola Secundária Vitorino Nemésio gostaria ainda de agradecer a disponibilidade da Associação de Surf da Ilha Terceira e ao seu professor André Xarepe pela disponibilidade e pela simpatia, proporcionando um momento inesquecível aos nossos alunos.”.

Acerca do Jornal da Praia

Este jornal é um quinzenário de informação geral que tem por objetivo a divulgação de factos, opiniões, debates, ideias, pessoas, tendências, sensibilidades, em todos os domínios que possam ser importantes para a construção de uma sociedade mais justa, livre, culta, inconformada e criativa na Região Autónoma dos Açores.

Este jornal empenha-se fortemente na unidade efetiva entre todas as ilhas dos Açores, independentemente da sua dimensão e número de residentes, podendo mesmo dar atenção primordial às ilhas de menores recursos, desde que tal postura não prejudique a implantação global do quinzenário no arquipélago dos Açores.

Área do assinante